Students Helping Students

Follow by Email
Facebook
LinkedIn
Google+
http://www.barrydequanne.com/2016/09/29/students-helping-students/
RSS

 

What does it feel like to be mentored by a national champion who is ranked among the best in the world? To find out, you are invited to visit the American School of Brasilia’s afterschool chess club.

Meilin Hoshino (Grade 6) and her sister Karen (Grade 10) are considered to be elite chess players on the world stage, with Karen recently recognized as the top female chess player in Japan. It is the juxtaposition of a student competing in the 14-day World Chess Olympiad in Azerbaijan and the same student offering a chess activity for lower school students that highlights an international school’s sense of community, the wide range of learning opportunities, and the value of diversity.

img_9029

During my afternoon walk around campus today, I observed several other instances of students learning from other students. Some of these examples included cooking classes, guitar lessons, art projects, talent show preparations, Jiu Jitsu practice, reading program, robotics, and an after school running club. These are some of the many ways in which a school offering a pre-kindergarten to grade 12 educational program benefits from the wide range of student ages. The younger students have the opportunity to learn from older students while older students have the opportunity (and challenge!) to serve as positive role models and mentors while also learning more about their own abilities and strengths.

img_9036-1

It is this building of community through mentoring, coaching, and collaboration that personifies the American School of Brasilia’s motto of “Learners Inspiring Learners.” The basis of all schools should be that of a community of learners and, for this reason, we are committed to further developing peer mentoring programs such that all students are benefiting from “students helping students” opportunities. To that end, I would like to thank Meilin and Karen for sharing their impressive talents and experiences with other students and for exemplifying the ideals associated with our school’s mission in which learners are inspiring learners to be inquisitive in life, principled in character, and bold in vision.


Versão em Português

Qual seria a sensação de ser orientado por um campeão nacional que também está classificado entre os melhores do mundo? Para descobrir, você está convidado a visitar a aula de xadrez do Club Eab da Escola Americana de Brasília.

Meilin Hoshino (6º ano) e sua irmã Karen (10º ano) são mundialmente consideradas jogadoras de xadrez de elite, sendo que Karen foi recentemente reconhecida como a melhor jogadora de xadrez do Japão. Essa justaposição de uma aluna competir quatorze dias na Olimpíada Mundial de Xadrez, no Azerbaijão, e ao mesmo tempo ensinar xadrez aos alunos mais novos, ressalta o sentido de “uma comunidade escolar internacional”, a ampla variedade de oportunidades de aprendizagem, e o valor à diversidade.

Hoje, durante a minha caminhada da tarde pelo campus, observei vários alunos aprendendo uns com os outros. Alguns desses exemplos foram as aulas de culinária, as aulas de violão, os projetos de arte, os ensaios para o Talent Show, o Jiu Jitsu , o programa de leitura, a robótica, e o Club Eab de Corrida. Essas atividades extracurriculares são um exemplo de várias maneiras de como uma escola, com esse programa de educação, é beneficiada por uma ampla faixa etária de alunos (desde a educação infantil ao ensino médio).

Assim, os alunos mais jovens aprendem com os alunos mais velhos, enquanto os mais velhos têm a oportunidade (e o desafio!) de serem bons exemplos e orientadores e, ao mesmo tempo, de aprenderem mais sobre suas próprias habilidades e pontos fortes. É por meio de orientação, coaching, e colaboração que se constrói uma comunidade e se personifica a visão da Escola Americana de Brasília: “Learners Inspiring Learners.” A base de todas as escolas deve ser de uma comunidade de aprendizes e, por esta razão, estamos comprometidos a continuar desenvolvendo programas e oportunidades como “alunos ajudando uns aos outros.” Para este fim, gostaria de agradecer à Meilin e à Karen por compartilharem seus talentos e experiências impressionantes com os outros alunos e por exemplificarem os ideais associados à missão de nossa escola em que aprendizes são inspiradores, firmes em seu caráter, e com uma visão audaciosa.

Meilin Hoshino (6º ano) e sua irmã Karen (10º ano) são mundialmente consideradas jogadoras de xadrez de elite, sendo que Karen foi recentemente reconhecida como a melhor jogadora de xadrez do Japão. Essa justaposição de uma aluna competir quatorze dias na Olimpíada Mundial de Xadrez, no Azerbaijão, e ao mesmo tempo ensinar xadrez aos alunos mais novos, ressalta o sentido de “uma comunidade escolar internacional”, a ampla variedade de oportunidades de aprendizagem, e o valor à diversidade. Hoje, durante a minha caminhada da tarde pelo campus, observei vários alunos aprendendo uns com os outros. Alguns desses exemplos foram as aulas de culinária, as aulas de violão, os projetos de arte, os ensaios para o Talent Show, o Jiu Jitsu , o programa de leitura, a robótica, e o Club Eab de Corrida. Essas atividades extracurriculares são um exemplo de várias maneiras de como uma escola, com esse programa de educação, é beneficiada por uma ampla faixa etária de alunos (desde a educação infantil ao ensino médio). Assim, os alunos mais jovens aprendem com os alunos mais velhos, enquanto os mais velhos têm a oportunidade (e o desafio!) de serem bons exemplos e orientadores e, ao mesmo tempo, de aprenderem mais sobre suas próprias habilidades e pontos fortes.

É por meio de orientação, coaching, e colaboração que se constrói uma comunidade e se personifica a visão da Escola Americana de Brasília: “Learners Inspiring Learners.” A base de todas as escolas deve ser de uma comunidade de aprendizes e, por esta razão, estamos comprometidos a continuar desenvolvendo programas e oportunidades como “alunos ajudando uns aos outros.” Para este fim, gostaria de agradecer à Meilin e à Karen por compartilharem seus talentos e experiências impressionantes com os outros alunos e por exemplificarem os ideais associados à missão de nossa escola em que aprendizes são inspiradores, firmes em seu caráter, e com uma visão audaciosa.

Featured image: cc licensed (CC BY-NC-ND 2.0 ) flickr photo by Peter Miller: https://www.flickr.com/photos/cosmosfan/14628522324
Follow by Email
Facebook
LinkedIn
Google+
http://www.barrydequanne.com/2016/09/29/students-helping-students/
RSS

Post a Comment

*
* (will not be published)

Random Posts

LOAD MORE

Follow & Sharing Options